Descubra o que são e como criar gatilhos mentais positivos

como criar gatilhos mentais

Atualmente, vivemos um excesso de estímulos. Em um único dia, experimentamos uma variedade de sentimentos e tomamos uma série de decisões. Alguns desses fatores não conseguimos controlar, mas é possível aprender a lidar com eles de maneira positiva e manter uma vida mais equilibrada. Para tomar as rédeas da situação, um bom caminho é conhecer os motivos por trás de uma mudança de humor ou de uma escolha, e um passo importante nessa jornada é saber o que são e como criar gatilhos mentais.

Entender a origem de um pensamento ou de uma ação simples que tomamos, por mais corriqueira que ela pareça, é essencial para aumentar a consciência sobre o que fazemos. É apenas assim que somos capazes de mudar hábitos e padrões de comportamento que podem estar nos sabotando e impedindo o nosso avanço.

Para começar essa jornada, conheça abaixo o conceito de gatilho mental. Saiba como ele funciona e aprenda de que maneira usar essa importante ferramenta a seu favor!

O que são gatilhos mentais?

Um gatilho mental pode ser definido como um atalho, uma associação direta realizada pelo cérebro entre duas coisas que não têm uma ligação óbvia, mas que, para você, estão conectadas de alguma forma. Eles atuam no inconsciente e alguns são muito particulares, enquanto outros são compartilhados entre a maioria dos seres humanos.

Eles podem nos levar a memórias distantes, remetendo a algo que aconteceu na nossa infância ou adolescência, ou mesmo despertar lembranças de acontecimentos mais recentes. No geral, trazem de volta momentos de maior carga emotiva, seja positiva ou negativa, e acabam influenciando nas nossas preferências e ações.

Pode ser uma música que você escuta passando em frente a uma loja e que acaba ativando as lembranças de um amigo com quem você costumava ouvir esse artista; uma fotografia que te faz pensar no seu sonho profissional e isso leva você a voltar a atenção para o estudo ou para o trabalho com mais vontade; ou mesmo a forma como um desconhecido se dirige a você e que faz você agir com ele de um determinado modo, sem mesmo saber o motivo.

Por isso, entender o funcionamento dos gatilhos mentais e identificá-los é um processo de autoconhecimento bastante benéfico para a estabilidade emocional. E, uma vez que a dinâmica fica mais clara, o próximo passo é aprender a tirar vantagem dela, criando então gatilhos positivos.

Como gatilhos mentais são criados?

Esse mecanismo é operado pelo cérebro de forma automática. Para se formar, um gatilho mental depende de uma grande frequência e de muita repetição. Quanto mais vezes uma associação é repetida tendo o mesmo sentimento ou ação como resultado, mais o cérebro vai aceitar essa ligação como correta.

Outro fator relevante na formação de um gatilho é a força entre os dois elementos que vão se conectar. Afinal, não é qualquer música que vai te fazer lembrar de uma pessoa específica, mas sim uma canção que tenha significado especial para vocês. Da mesma forma que uma imagem, para motivar a buscar a realização do sonho com mais firmeza, precisa conter elementos únicos de conexão com o objetivo.

Quais são os principais tipos de gatilhos mentais?

Existe um grande número de modelos de gatilhos mentais comuns à maioria dos indivíduos, com características próprias na forma como são criados e como se manifestam. Atualmente, eles são separados em diferentes categorias.

São conhecidos, por exemplo, os gatilhos da Escassez e da Urgência. Eles nos fazem dar mais valor a alguma coisa ou a alguém, quando recebemos a informação de que aquilo pode acabar ou nos faltar, ou de que é algo raro e que poucas pessoas terão a chance de ter. Trata-se de um recurso muito utilizado no comércio, com promoções-relâmpago ou anúncios que destacam a “última oportunidade”, e que nos impelem a fazer compras por impulso.

Também presente no cotidiano é o gatilho da Reciprocidade, que leva as pessoas a tratarem o outro da forma como são tratadas, sendo educadas com quem é gentil no primeiro contato ou sendo menos abertas a quem é grosseiro ou frio. Ele também explica a necessidade que muitas vezes sentimos de retribuir um gesto ou ação agradável que recebemos.

Outros gatilhos importantes são o da Antecipação, ligado à criação de expectativas para o futuro, como os teasers de lançamentos de novos produtos, séries ou filmes ou aquelas mensagens do crush dizendo que precisa conversar, por exemplo, e o gatilho da Novidade, baseado na atração que a maioria das pessoas sente por algo novo.

Como criar gatilhos mentais positivos?

Aplicar os gatilhos mentais na nossa própria vida em um contexto de positividade pode parecer difícil, mas não é! Empregando algumas técnicas simples, é possível tirar proveito de seu funcionamento.

Ao utilizar o gatilho da Antecipação, você pode escolher uma frase motivacional que inspire você a levantar da cama com mais disposição para enfrentar o dia, tendo em mente que esse é mais um passo ao futuro que você almeja. Será necessário repetir esse ritual todas as manhãs, mas, gradativamente, ele pode dar mais ânimo para sair debaixo das cobertas e dar início à sua agenda com mais determinação.

O gatilho mental pode também ajudar a evitar a procrastinação ao acionar a questão da Urgência. Criar prazos para realizar tarefas em casa, no trabalho ou nos estudos pode facilitar, e a aproximação do tempo-limite pode acionar o impulso inconsciente de pressa e auxiliar na conclusão das tarefas.

Já o gatilho da Reciprocidade é capaz de atrair mais energias positivas para os seus relacionamentos. Seja gentil com todas as pessoas que cruzarem seu caminho, lembrando que assim elas ficarão mais abertas a serem agradáveis com você e estarão mais disponíveis se você agir dessa forma com elas.

Agora que você conheceu esse conceito e a sua importância para a vida, pode começar a se aprofundar em como criar gatilhos mentais positivos. Praticando um pouco a cada dia, você já vai explorar as possibilidades dessa descoberta e logo estará olhando para si mesmo de outra maneira.

Quer mais dicas para adotar um novo estilo de vida mais equilibrado e saudável? Então, vem com a gente no FacebookInstagramPinterest e Twitter!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
E RECEBA CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

Fechar Menu
Share This