Entenda como é o mercado vegano no Brasil

Oi, pessoal! É nítido vermos que o veganismo ganha espaço entre os brasileiros que buscam uma dieta equilibrada e que respeite os direitos dos animais. Essa procura por uma forma mais sustentável de consumir (que não envolve apenas alimentos, mas também peças de vestuários e cosméticos), fomenta o crescente mercado vegano.

Mas qual é o tamanho desse mercado? Que dificuldades ele enfrenta e o que cada um de nós pode fazer para ajudar no desenvolvimento do setor? Acompanhe as respostas para essa pergunta ao longo do texto. Boa leitura!

Qual o tamanho do mercado vegano no Brasil?

Uma pesquisa feita pelo Ibope (Instituto Brasileira de Opinião Pública e Estatística), sob encomenda da SVB (Sociedade Vegetariana Brasileira), indicou que 14% dos brasileiros se declaram vegetarianos. Não existem dados precisos sobre o número de veganos, mas, de acordo com estimativas, podemos estipular algo em torno de 5 milhões de adeptos desse estilo de vida no país.

Além disso, os números são interessantes mesmo entre aqueles que não se declararam vegetarianos nessa pesquisa: 55% dos entrevistados consumiriam produtos veganos se essa informação estivesse indicada na embalagem. Diante disso, dados de 2017 apontam que o mercado vegano cresce cerca de 40% ao ano.

Quais são os desafios desse mercado?

Mesmo com números tão promissores, o mercado vegano ainda enfrenta dificuldades. Empresas que nascem com o intuito de oferecer ao consumidor opções livres de exploração animal têm problemas para encontrar fornecedores ou rastrear a origem do produto ao longo de toda cadeia produtiva. Isso atrapalha tanto pequenos empreendedores quanto grandes varejistas.

Com o progresso do setor, a perspectiva é que a disponibilidade de fornecedores aumente e a variedade oferecida ao consumidor cresça. Para ajudar nisso, algumas iniciativas buscam auxiliar quem quer trabalhar com esse nicho de consumo, como a cartilha lançada pela SVB. A publicação traz dicas para estabelecimentos comerciais que queiram incluir opções veganas em seus cardápios.

O que podemos fazer para colaborar com o mercado vegano?

Os que já são adeptos do veganismo ou pessoas que estão iniciando agora são capazes de colaborar com o crescimento do mercado no país. Uma das melhores formas de fazer isso é consumindo produtos de empresas responsáveis que garantam a procedência do que está sendo vendido.

Se essas empresas e produtores forem de pequeno e médio porte, melhor ainda: com novos consumidores, elas conseguem mais dinheiro, investem mais e assim adquirem a capacidade de oferecer mais produtos, que unam qualidade e bom preço.

Para quem tem dificuldade em identificar produtos veganos, a recomendação é observar com cuidado a composição informada nas embalagens e procurar por selos que certifiquem tal condição. Entre os mais conhecidos nacionalmente estão o da SVB e o da Vegan Society. Por fim, existem também aplicativos para smartphones que ajudam nessa tarefa de identificação.

Como você leu, o mercado vegano tem muito potencial de expansão, pois até mesmo quem não é vegano tem interesse em consumir produtos do tipo. Logo, a disseminação desse estilo de vida tem tudo para crescer ainda mais, o que é ótimo para os animais e para o meio ambiente.

Se você gostou de saber mais sobre o mercado vegano e quer acompanhar de perto nosso trabalho, siga a Urban Flowers no Instagram, no Twitter e no Pinterest, além de curtir nossa página no Facebook.

 

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
E RECEBA CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

Fechar Menu
Share This