Sustentabilidade

Lixo nos oceanos: entenda a dimensão desse problema!

Urban Flowers
Escrito por Urban Flowers

E aí, galera?

Estamos esgotando os recursos naturais do planeta cada vez mais rápido. Em 2018, entramos em deficit com a Terra em agosto, 5 meses antes do ano acabar. Isso significa que estamos destruindo o meio ambiente de várias formas: desperdiçando recursos naturais, como água e energia, jogando lixo nos oceanos e desmatando as florestas.

Os danos comprometem toda a fauna, a flora e a sustentabilidade do planeta. Neste texto falaremos sobre um desses problemas: lixo nos oceanos. Vamos entender a extensão do transtorno, os tipos de lixo mais encontrados nos mares e aprender algumas dicas para minimizar a questão. Acompanhe!

A extensão do problema

O problema do lixo nos oceanos é uma grande ameaça à biodiversidade marinha da Terra. Segundo a Associação Internacional de Resíduos Sólidos (ISWA), cerca de 25 milhões de toneladas de lixo são despejadas nos oceanos todos os anos, prejudicando a vida de peixes, algas e corais.

A perspectiva não é boa. Se seguirmos nesse ritmo, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), até 2050 haverá mais lixo do que peixes nos oceanos. Inúmeras espécies serão extintas, pagando o preço pela falta de cuidado do homem com a natureza. Afinal, a culpa é toda nossa. Somos nós que poluímos os oceanos com os nossos péssimos hábitos.

Um grande indicativo disso é que 90% de todo o lixo que chega nos oceanos por meio de rios vem de apenas 10 deles, como o Ganges, o Indo, o Rio Amarelo, o Niger e o Nilo. Estes são muito extensos e concentram-se em áreas de grande população.

Tipos de lixo mais encontrados nos oceanos

Entre todas essas toneladas de resíduos sólidos que são encontrados nos oceanos, existem alguns tipos que se destacam por estarem em maior quantidade. Confira quais são eles!

Plástico

O mesmo estudo da ONU que aponta as perspectivas para 2050 indica que de todo lixo nos oceanos, 8 milhões de toneladas são de plástico. Além de todo o tempo que este material demora para se decompor — cerca de 450 anos — o outro agravante é a grande quantidade do resíduo que nós consumimos.

Hoje, praticamente tudo leva plástico. As embalagens dos produtos no supermercado, por exemplo, têm várias camadas do material, que é derivado do petróleo, altamente poluente. Ele é um dos grandes responsáveis pela morte de muitos animais marinhos.

Bitucas de cigarro

A grande surpresa são as bitucas de cigarro. Embora poucas pessoas saibam, existem mais tocos de cigarro nos oceanos do que canudos ou garrafas plásticas. 

Então, além de ser um vilão para a saúde do homem, eles também prejudicam as espécies marinhas. Isso porque os filtros do cigarro são produzidos de material não biodegradável e o descarte é feito de forma incorreta. Com medo de causar um incêndio, muitas pessoas jogam essas bitucas no chão.

Embora o ideal seja não fumar, hoje já existem iniciativas de coleta que dão o destino correto para as bitucas de cigarro. A melhor alternativa é fazer com que elas se popularizem!

Dicas para ajudar a diminuir a quantidade de lixo nos oceanos

Agora que nós já conhecemos o tamanho do problema, é momento de discutir as alternativas para minimizá-lo. Saiba quais são as pequenas ações que você pode fazer no seu dia a dia para ajudar a diminuir a quantidade de lixo nos oceanos!

Produza menos lixo

Parece óbvio, mas precisamos iniciar a nossa lista com esse item. Infelizmente, em nossa rotina tão atribulada, acabamos vivendo no automático e não nos preocupando com algumas questões como essa.

No começo pode ser difícil diminuir a quantidade de lixo gerada, mas aos poucos você se acostuma e vai adotar o consumo consciente. Algumas ações fáceis de implementar nesse sentido são: utilizar sacolas retornáveis, comprar produtos a granel e armazenar em potes de vidro e reutilizar garrafas plásticas.

Evite o plástico

Como já falamos, o plástico é um dos grandes causadores desse problema. Ele demora muito tempo para se decompor e está lotando os oceanos de lixo. Os canudos, por exemplo, que pareciam inofensivos, hoje são percebidos como uma grande ameaça à vida marinha, já que são engolidos pelos peixes causando, muitas vezes, a sua morte. 

Além dos canudos, muitos outros resíduos plásticos são descartados incorretamente e acabam no meio ambiente. Então, sempre que possível, substitua esse material por outros menos prejudiciais, como o vidro, no caso das garrafas, e o metal, no caso dos canudos. Hoje existem muitas alternativas, é só uma questão de conscientização.

Dê o destino adequado para os seus resíduos

Ainda que diminua drasticamente a quantidade de resíduos que gera, é muito importante dar o destino adequado para aqueles que sobram. Para os orgânicos, uma boa solução é apostar na compostagem, uma prática repleta de benefícios. 

Já os resíduos recicláveis devem ser separados conforme a sua categoria: plástico; metal; vidro e papel. Se no local onde você mora não existe coleta seletiva disponibilizada pelo poder público, procure alguma associação de catadores de lixo que poderá dar o destino correto ao material, a reciclagem

Lembre-se também que existem aqueles materiais que devem ter descarte especial, como pilhas e eletrônicos, lixo hospitalar, restos de demolição e embalagens de veneno. Os riscos de descartar inadequadamente esses resíduos é muito grande, então preze sempre pela segurança, ainda que seja mais difícil encontrar locais para se desfazer deles.

Nunca jogue lixo na rua

Por fim, sempre vale a pena mencionar: nunca jogue lixo na rua, por menor que seja. Afinal, o acúmulo de cada papel de bala é que resulta no entupimento de bueiros, nas inundações e no principal problema que tratamos aqui, o lixo nos oceanos. 

Se não houver lixeiras no local em que você está, guarde o lixo que você precisa descartar até encontrar uma. O meio ambiente agradece!

Se cada um fizer a sua parte é possível salvarmos o planeta. Então, além de colocar em prática as dicas que ensinamos neste artigo, procure conscientizar as pessoas que você conhece sobre essa questão, alertando-os sobre a extensão do problema. Levar informação para as pessoas é fundamental!

Assim como o lixo nos oceanos, o consumo de produtos de origem animal e os testes realizados em animais também são um grande problema. Então, elimine esses hábitos de todas as partes da sua vida. Comece aprendendo mais sobre maquiagem vegana!

 

Sobre o autor

Urban Flowers

Urban Flowers

Deixar comentário.

Share This