Veja 4 impactos do consumo de carne no planeta

Este é um guest post com o blog The Animal Brain.

Na maioria das vezes quando falamos em parar de comer carne, só pensamos nos sofrimentos causados nos animais — que é um dos principais pilares para quem é vegetariano ou vegano, já que 70 bilhões de animais são abatidos no mundo todos os anos — mas, não é só disso que se trata. O consumo de carne traz sérios riscos ao planeta e ao meio ambiente, que causam impactos na vida de todos.

Neste post, vamos te mostrar quais são esses impactos e porque a melhor maneira de salvar o mundo é parando de consumir carne o todos os derivados dela. Quer saber quais são? Acompanhe o post!

1. Desmatamento

A pecuária é a área que mais desmata no Brasil e no mundo, segundo o livro Comendo o Planeta, 70% da amazônia foi desmatada para criação de pasto e o restante dela para produção de ração para o gado. Também é citado que uma área equivalente ao continente Africano são usadas como campo de pasto no mundo.

Além disso, para desmatar, o agronegócio usa queimadas, poluindo o ar e acabando com o habitat natural de algumas espécies, o que faz com que tenhamos uma extinção em massa de animais silvestres.

2. Temperatura da terra cada vez mais alta

Com o desmatamento, o processo de renovação do ar fica mais difícil, porém não é isso que impacta no aumento do calor do planeta. São 335kg de CO2 (dióxido de carbono) e metano a cada 1kg de carne bovina produzida, isso acontece porque os animais soltam flatulências de gases que são de efeito estufa.

Para se ter uma noção, segundo a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), 14,5% das emissões de gases de efeito estufa globais são de produção de carne. Em uma outra pesquisa realizada pela Universidade de Oxford, se todas as pessoas do mundo se tornassem veganas, teríamos a diminuição de 2ºC.

3. Poluição do solo

Como se não bastasse o desmatamento e o aumento de gases do efeito estufa, o consumo de carne também afeta o solo. Quando se cria um grande número de animais em um mesmo local, a quantidade de resíduos, como fezes e urina, são grandes e mesmo quando há uma limpeza regular, o solo fica contaminado afetando também os lençóis freáticos.

Com um solo contaminado, é inapropriado o seu uso para plantações de alimentos, o que seria inviável a sua utilização depois da criação de animais para consumo humano.

4. Destruição dos oceanos

No oceano a notícia é ainda mais assustadora, a captura de peixes cresceu duas vezes mais do que o crescimento populacional do mundo. Isso se deve porque já existem redes que alcançam mil e quinhentos metros de profundidade, trazendo “acidentalmente” organismos marinhos, que são devolvidos ao mar mortos ou agonizando.

Ainda sobre o livro Comendo o Planeta, cerca de 60% do estoque marinho já atingiram a capacidade máxima de exploração e o restante está gravemente reduzido. Devido a tudo isso, corremos o risco de não ter nenhuma espécie marinha até 2050.

Como você viu, o consumo de carne causa um efeito dominó e cada um desses impactos conversam entre si. A melhor maneira de salvar nosso planeta é adotar uma dieta vegana ou vegetariana estrita.

Você já sabia de todo o mal que o consumo de carne trazia para a terra? Veja também nosso post sobre alimentação consciente e veja os benefícios dessa prática!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
E RECEBA CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

Fechar Menu
Share This