Veja como ser vegetariano mesmo quando já se tem uma dieta restritiva

 

Oi, galera! Tornar-se vegetariano ou vegano, mesmo quando você já tem uma dieta restritiva, é mais fácil do que você pensa. Caso você seja uma pessoa que precisa conciliar as duas coisas, fique tranquilo!

Nós vamos apresentar os principais tipos de dietas restritivas e algumas formas de adequar o vegetarianismo e o veganismo a elas. Quer embarcar nesta jornada rumo a uma alimentação consciente? Então, continue a leitura!

Quais os principais tipos de dietas restritivas?

Doença celíaca

A doença celíaca é popularmente conhecida como intolerância à glúten e a única forma de tratá-la é não consumindo a substância.

Os celíacos têm uma reação do sistema imunológico quando ingerem glúten que acaba resultando em uma inflamação no intestino. Nos casos mais severos, causa diarreias, dores de estômago fortes e até mesmo desnutrição e anemia.

Intolerância à lactose

As pessoas com esse problema têm deficiência de lactase e por isso apresentam a incapacidade de digerir a lactose — tipo de açúcar presente no leite. 

A melhor forma de evitar a doença é deixar de consumir produtos lácteos. É possível comprar a lactase em forma de pó ou cápsula, entretanto ela só funciona nos casos em que a intolerância é mais leve.

Assim como a intolerância ao glúten, a intolerância a lactose causa dores de estômago, inchaço no trato intestinal e em casos mais severos vômitos e diarreias.

Alergias alimentares

As alergias alimentares podem causar diversas reações adversas em quem tem o problema, desde manchas no corpo até espasmo na glote. Neste último caso, a glote incha, impedindo a passagem de ar e dificultando a respiração. 

Os tipos mais comuns são relacionados aos frutos do mar, como o camarão. Entretanto, diversos outros alimentos podem causar este problema e a alergia só é descoberta com o consumo. Por isso, quando acontecer uma crise, procure socorro imediatamente.

Como conciliar o vegetarianismo com uma dieta restritiva?

Você adota alguma dessas dietas restritivas e quer se tornar vegano ou vegetariano?  Para isso, vamos apresentar algumas dicas para facilitar sua vida!

Alimentação equilibrada

 

A nossa primeira dica é buscar por uma alimentação equilibrada. Como fazer isso? Sabendo exatamente quais nutrientes você precisa repor. 

Caso você tem intolerância à lactose, sabe que precisa encontrar uma fonte de cálcio. Por isso, deve buscar alimentos que têm esse componente, como o gergelim. O mesmo vale para qualquer outro tipo de restrição alimentar. 

Lembre-se de que no caso do vegetarianismo e do veganismo, é importante encontrar fontes de proteína para substituir a de origem animal, que você não consome mais. 

Auxílio de nutricionista

Todas as pessoas deveriam contar com a ajuda de um nutricionista para que tenham uma alimentação equilibrada. Entretanto, nos casos de dietas restritivas, esse profissional é ainda mais importante.

Com todo conhecimento adquirido, ele ajudará a montar uma dieta equilibrada e balanceada. Afinal, eles sabem exatamente quais nutrientes uma pessoa precisa ingerir e como fazer a substituição dos alimentos em cada tipo de regime alimentar.

Grupos de vegetarianos

Tudo é mais fácil se você tiver um grupo de apoio, não é? Por isso, uma dica importante, especialmente no período de transição, é encontrar pessoas vegetarianas para você se relacionar, seja na sua cidade ou na internet.

Vocês podem compartilhar receitas, esclarecer dúvidas e até mesmo encontrar estabelecimentos com opções veganas para frequentarem juntos!

Adoção do veganismo

Existem diversos tipos de vegetarianos. Os mais comuns são os ovolactovegetarianos, que não comem nenhum tipo de carne, e os vegetarianos estritos, que não se alimentam de nada de origem animal. Já os veganos não consomem nenhum produto de origem animal, não só na alimentação, mas também no vestuário e em todos os âmbitos das suas vidas. 

Por isso, em alguns tipos de dieta restritiva, é mais fácil incorporar a dieta vegana do que vegetariana. É o caso da intolerância à lactose e da alergia aos frutos do mar, por exemplo.

Percebeu como é perfeitamente possível conciliar dietas restritivas com a alimentação vegana ou vegetariana? Basta você tomar alguns cuidados e se certificar de fazer a substituição correta dos alimentos. Assim, não haverá nenhum prejuízo para a sua saúde e você ainda evita contribuir com a exploração animal.

Tem alguma dúvida sobre dietas restritivas e vegetarianismo? Deixe seu comentário e compartilhe conosco!

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
E RECEBA CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

Fechar Menu
Share This